TOP 5: dicas para realizar um bom recrutamento e seleção

09 September
2011

Encontrar funcionários qualificados e alinhados com os valores de sua empresa pode ser um grande desafio. Com tantos profissionais no mercado, saber separar o joio do trigo acaba sendo fundamental para evitar problemas futuros.

Pensando em esclarecer algumas dúvidas, preparamos 5 dicas importantes de recrutamento e seleção, com a consultoria da gerente de RH da Nasajon Sistemas, Sheila Saubermann:

1 – O primeiro passo para encontrar o funcionário ideal é definir o perfil da vaga. Quanto mais detalhado, melhor! Quando sabemos que tipo de profissional procuramos, fica muito mais fácil escolher quais serão as fontes de captação de currículos. “Fique focado nas  fontes que dão retorno. É importante saber quais são os melhores bancos de currículo, de acordo com o cargo a ser ocupado”, aconselha Sheila.

2 – Com os currículos em mãos, o próximo passo é realizar uma triagem. De acordo com o perfil da vaga, devem ser identificados os requisitos que são realmente relevantes. Sheila explica: “No currículo constam apenas as competências, informações extras e a experiência do candidato. Nesse momento ainda não é possível traçar o perfil comportamental de cada um”. Para passar para a próxima etapa, tente selecionar pelo menos três pessoas para cada vaga disponível.

3 – Agora que já temos candidatos suficientes para realizar um processo seletivo, passamos para a fase de seleção. Aqui, as competências lúdicas do candidato serão postas à prova. A gerente de RH explica: “O processo de seleção é uma inferência, não temos como ter certeza em um espaço tão curto de tempo. Por isso, propomos situações que evidenciem os comportamentos desejados”. A primeira etapa do processo de seleção é, normalmente, uma bateria de provas, de caráter eliminatório, que comprove o conhecimento declarado.

4 – Uma das vilãs dos processos seletivos, a dinâmica de grupo, também foi comentada por Sheila: “As provas vão medir o fator conhecimento, mas não nos dizem quem é a pessoa. A dinâmica nos mostra como as pessoas se comportam, interagem e se comunicam”.

5 – A última etapa do processo seletivo é a entrevista individual. O mais interessante é que o candidato seja avaliado por um profissional de RH, além do gestor responsável pela vaga. Sheila complementa: “Na entrevista individual você vai retificar ou ratificar aspectos que observou durante a dinâmica”. No final das contas, acaba sendo mais proveitoso selecionar candidatos com comportamento positivo e baixa qualificação do que aqueles com alta qualificação e pouca adequação ao espírito da empresa: “Em seleção, sempre se diz que as pessoas são admitidas pelos conhecimentos técnicos e experiência que possuem, mas são demitidas pelas atitudes e comportamentos que demonstram. Acaba sendo melhor contratar pessoas com comportamento positivo e investir em sua qualificação do que contratar pessoas com excelente qualificação, esperando que modifiquem suas atitudes”, finaliza a gerente de RH Sheila.

Gostou desse Post?

1 Comentário para TOP 5: dicas para realizar um bom recrutamento e seleção

  1. Meire Aliny disse:

    Importante sua colocação, possivelmente o candidato pode não ser qualificado, porém se realmente tem interesse e compromisso com o que desempenhara sem duvidas sua dedicação terá sucesso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree